Testemunho: O Senhor dos Exércitos


“Mas  em  nada  tenho  a  minha  vida  preciosa  para  mim,  contando  que  complete  a  minha  carreira  e  o  ministério  que  recebi  do  Senhor  Jesus,  para  dar  testemunho  do  evangelho  da  graça  de  Deus”. ( At 20:24).

Leia o testemunho a seguir: (também ouvi na igreja).

O Senhor dos Exércitos

Esse é um testemunho de um homem, pastor de uma igreja no interior de um estado do Nordeste, que não tinha filhos e vivia com sua esposa numa casa humilde. Também não tinha emprego fixo e vivia de bicos e da caridade de seu rebanho. (Não me lembro exatamente de seu nome, porém simbolicamente o chamarei de João).

Apesar de toda a dificuldade que passava, João estava sempre sorrindo, tranquilo esperando em Deus, pois era um homem de muita fé e servo fiel do Senhor.

Certa noite ele estava em casa com sua esposa e percebeu que não haveria nada para eles comerem no jantar, NADA mesmo. A situação estava difícil e quase não entrava dinheiro na casa.

Contudo, ele pegou na mão de sua esposa e orou a Deus em agradecimento:

“Senhor lhe agradeço pelo dia de hoje, lhe agradeço pela minha vida, pela vida de minha esposa e de minha igreja. Hoje não tenho nada para comer, mas sei que amanhã terei. Obrigado por tudo, em nome de Jesus! Amém!”

E assim foram dormir, na esperança de que tudo seria melhor no dia seguinte.

No outro dia bem cedo João saiu atrás de um bico para garantir ao menos a refeição. Andou o dia todo, mas nada encontrou. E no finalzinho da tarde retornou para sua casa.

Chegando já  pertinho de casa sentiu um cheirinho de comida fresca e pensou que bom que seria se tivesse essa comida em seu lar. Andou mais um pouco e quando entrou em sua casa encontrou sua esposa feliz cozinhando aquela comidinha gostosa. Era de lá que vinha o cheiro afinal.

Ele não acreditou no que viu. Havia em sua casa, em todos os cômodos literalmente, várias caixas de compras de supermercado, com vários tipos de alimentos, vários itens...uma imensidão de coisas.

Ele então perguntou para sua esposa quem havia mandado toda aquela comida e ela não sabia lhe responder. Disse apenas que o entregador do mercado próximo a sua casa chegou e entregou a pedido do mercado e só parou de entregar mais caixa porque não havia mais espaço para colocar.

Ela então recebeu, confiou que tinha vindo de Deus, tomou posse e cozinhou o jantar, na fé mesmo.

Mas João, que era uma pessoa meio desconfiada, apesar da sua fé, achou toda aquela situação estranha. E como era um homem muito correto e humilde ficou com medo de que o mercado tivesse cometido um erro e decidiu ir lá pessoalmente para tirar a história a limpo.

Chegando no mercado João foi muito bem recebido pelo moço do caixa, que o reconheceu e o abraçou, o tratou muito bem. (Muito bem por sinal, pois João não o conhecia e estranhou essa atitude do rapaz).

João lhe perguntou sobre as compras entregues em sua casa e o rapaz confirmou que estava tudo correto e que havia recebido ordem de seu superior para entregar tudo em sua casa.

Mas João ainda achava aquela história estranha e então pediu para falar com o gerente do mercado, que também tratou João como se fosse um velho conhecido e confirmou a história do rapaz do caixa.

A dúvida e o medo ainda estavam no coração de João e por isso ele pediu para falar com o dono do mercado.

O gerente o levou para a sala do dono e enquanto aguardava sua chegada João sentia que não sabia o que fazer e nem dizer.

O dono do mercado entrou na sala, abraçou João, lhe tratou como os outros haviam tratado, como se fossem velhos amigos e confirmou a história.

- Oh João, meu querido João. O rapaz fez o que eu mandei, entregou sua compra em sua casa, direitinho. Por acaso aconteceu algum problema com alguma mercadoria? Em que posso lhe ajudar?

E João lhe disse:

- Acontece que eu não fiz nenhuma compra aqui para que fosse entregue. Até mesmo porque eu não tenho condições de arcar com tamanha despesa.

-Oh João, mas quem comprou toda a mercadoria foi seu irmão.

- Como assim meu Senhor, eu não tenho irmão, sou filho único, desde sempre.

Nessa hora João começou a soar frio e começou a imaginar que algo diferente estava acontecendo.

- Deixe me explicar João: “Um homem alto veio aqui hoje de manhã em meu mercado e se apresentou como seu irmão. Disse que compraria muitas coisas e que gostaria que tudo fosse entregue na casa de seu irmão João, o senhor mesmo. Esse homem era bem alto, bonito, vestia uma farda do exército e estava acompanhado por mais dois homens mais altos do que ele, vestidos de branco.

João começou a tremer, não podia acreditar em tamanho milagre. Mas o dono do mercado continuou:

- Esse homem falou que era seu irmão, que você era muito especial para ele, portanto queria que nós lhe oferecêssemos o melhor.

João já sabia que seu Deus, Deus fiel, já estava operando. Ele sentiu um misto de emoções e no auge perguntou ao dono:

- Me diga uma coisa, de que forma meu irmão fez o pagamento das compras?

- Ele pagou com uma enorme barra de ouro.

A essa altura João ria e chorava ao mesmo tempo. Sabia que ela ele, era o Senhor agindo em sua vida!

- Eu posso ver essa barra de ouro? - perguntou João.

-Claro...está aqui.

Enquanto o homem lhe mostrava aquela barra de ouro, João começou a orar em espírito agradecendo a Deus e pedindo lhe perdão por ter duvidado.

Ele pegou a barra de ouro em suas mãos e quando virou ela do lado contrário percebeu e se emocionou com o que estava escrito: “ Senhor dos Exércitos”.

Imediatamente ele se ajoelhou no chão e em prantos começou a falar em línguas estranhas, em louvor a Deus. Foi quando o homem lhe disse entusiasmado:

- Eu sabia que ele era seu irmão...está vendo...ele também, seu irmão, quando esteve aqui falava essa língua estranha com os outros dois homens!


Oh glória!!!

Esse testemunho é forte, mostra como nosso Deus é tremendo.
Mostra que para ele nada é impossível. O Senhor dos Exércitos faz o que for para socorrer um servo fiel.

Vamos seguir o exemplo de João que agradeceu a Deus mesmo não tendo o que comer!

Vamos seguir o exemplo de sua esposa que quando recebeu  a  compra  sentiu  que era do Senhor e tomou posse da sua benção!

João  teve dúvidas, ficou com medo ao ver sua casa cheia  de  coisas, tomando  conta de todos os cômodos (porque é assim que Deus faz, quando ele dá a benção é em abundância). Mas depois se arrependeu, reconheceu  que Deus está além de tudo e de todos, pediu perdão e obteve a felicidade.

Meu irmão, irmã, vamos refletir nesse testemunho, acreditar no Senhor,  tirar toda a dúvida do nosso coração, aprender a confiar nele, pois ele é Deus fiel, poderoso e soberano entre todas as nações!


Com amor em Cristo,
Fabi.

¡Compártelo!

4 comentários:

Anônimo

Glóriaaaaaaaaaaaa.
Que benção este recado Fabiana.

Que Deus, este gigante glorioso te abençoe.

Amor em Cristo.

Sandra

Fabiana A. Silva

Deus é tremendo mesmo!!
Que ele te abençoe mais ainda irmã!
Fabi.

Anônimo

Muito bonito !

Sr. Carmillo

Fabiana A. Silva

Obrigada Sr. Carmillo.
Deus abençoe!
Fabi.

Postar um comentário

Buscar

 

O Blog

Este Blog tem como objetivo principal engrandecer o nome de Jesus e compartilhar a Sua palavra. É de origem amadora, feito único e exclusivamente para dividir experiências, idéias, dar sugestões e alegrar seu dia. Absorva aquilo que te faz bem! "Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine”. I Cor 6:12.
Acesso Davi Copyright © 2011 | Tema diseñado por: compartidisimo | Con la tecnología de: Blogger