Personagens Bíblicos – Balaão


Balaão (Números 22:2 – 24.25)

“Deus não é como os homens que mentem; não é um ser humano, que muda de ideia. Quando foi que Deus prometeu e não cumpriu? Ele diz que faz e faz mesmo” (Números 23:19).


Balaão era um profeta de Deus, um servo muito temente e fiel ao Senhor. Ele vivia em Petor, terra de Amave,  e era conhecido por abençoar as pessoas.

Naquele tempo os israelitas haviam fugido do Egito e viviam andando de terra em terra a procura de abrigo. Até que pararam e acamparam nas planícies de Moabe.

O rei de Moabe, Balaque, soube do ocorrido e ficou apavorado, pois os israelitas eram muitos e o rei temia ser destruído por esse povo.

Foi aí então que o rei mandou que chamassem Balaão, a fim de que Balaão amaldiçoasse os israelitas e eles fossem embora.

Contudo, o Senhor apareceu a Balaão e o proibiu de ir com os homens de Balaque, pois o Senhor abençoava o povo de Israel.

Entretanto em certo momento, devido a insistência do pessoal do rei, Balaão foi com eles com o intuito de dizer-lhes apenas o que Deus mandasse. Pegou seus pertences, subiu em sua jumenta e partiu com os chefes moabitas.

Deus ficou muito bravo com a desobediência de Balaão e mandou que um de Seus anjos se colocasse no caminho dele.

Porém sua jumenta pode ver o anjo (que estava impedindo sua passagem de propósito) e parou no meio do caminho por duas vezes e na terceira vez ela se deitou no chão.

Balaão ficou com tanta raiva que surrou a jumenta com uma vara.

Aí o Senhor fez com que a jumenta falasse e ela disse a Balaão: - “O que foi que eu fiz contra você? Por que é que você me bateu três vezes?

Balaão respondeu: - “Você caçoou de mim, se eu tivesse uma espada em minhas mãos te mataria agora mesmo.

Então a jumenta disse: - “Eu estou sempre com você e nunca fiz isso.

Então o Senhor permitiu que Balaão visse o Seu anjo. Balaão ajoelhou-se e encostou o rosto no chão.
O anjo disse: - “Você não deveria bater em sua jumenta. Ela fez o certo se desviando, pois você não deveria fazer essa viagem. Se a jumenta não se desviasse eu mataria você e a deixaria viva.

Balaão se arrependeu e pediu orientação ao anjo. Então o anjo mandou que seguisse, porém que dissesse somente aquilo que ele lhe ordenasse.

Balaão então abençoou o povo de Israel, pois era o povo escolhido de Deus; Deus os tirou do Egito e estava com eles.

E também disse a Balaque que aceitasse os planos do Senhor, pois quem amaldiçoar o povo de Deus também será amaldiçoado e quem abençoar esse mesmo povo também será abençoado. Porque ainda haveria de vir um rei que governasse sobre esse povo e acabaria com toda maldade, idolatria e feitiçaria de todos ali.

Depois de ter dado o recado Balaão se foi.

Balaão desobedeceu ao Senhor; ele não foi pelo dinheiro oferecido pelo rei (ele recusou todo o dinheiro oferecido), mas ele foi por insistência daquele pessoal, talvez por não fazer desfeita, não sei... Mesmo havendo uma boa intenção em seu coração, Balaão acabou não ouvindo a voz de Deus, quis fazer as coisas do seu jeito.

Tanto é que Deus teve que colocar Seu anjo para atrapalhar sua partida e depois teve até que fazer com que a jumenta falasse e que Balaão visse o anjo para crer e reconhecer o seu erro.

Às vezes nós não sabemos escutar a voz de Deus em nossas vidas, queremos fazer tudo do nosso jeito e por isso acontecem certas coisas que nos fazem cair.

Espero que a história de Balaão seja uma referência para nós no sentido de estarmos em constante obediência, de aprendermos a acreditar em Deus e seguir Seus caminhos e confiar que mesmo que as coisas não saiam como planejamos, Deus está trabalhando em nosso favor e do jeito Dele tudo fica bem melhor, pode acreditar!!

Com Amor em Cristo,

Fabi  ; D

¡Compártelo!

0 comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

O Blog

Este Blog tem como objetivo principal engrandecer o nome de Jesus e compartilhar a Sua palavra. É de origem amadora, feito único e exclusivamente para dividir experiências, idéias, dar sugestões e alegrar seu dia. Absorva aquilo que te faz bem! "Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine”. I Cor 6:12.
Acesso Davi Copyright © 2011 | Tema diseñado por: compartidisimo | Con la tecnología de: Blogger