A origem do Dízimo



            A palavra dízimo vem da palavra Esser, que  quer dizer “dez” em hebraico. Depois do latim “decimu” (décima parte) e em português “dízimo”. (Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.)


O dízimo foi mencionado pela primeira vez na bíblia, no livro de Gênesis (14:18-20), referindo-se à uma atitude voluntariosa de Abraão.

Abrão (depois se tornou Abraão, Ne 9:7) foi resgatar seu sobrinho Ló que vivia na cidade de Sodoma, mas tinha sido feito prisioneiro, juntamente com sua família, por reis de povoados próximos.

Acontece que havia um rei (Quedorlaomer) que dominava quatro povoados havia 12 anos. No 13º ano, os reis desses povoados dominados se rebelaram contra ele mesmo estando em desvantagem, pois eram 4 reis contra 5. A cidade de Sodoma, na qual Ló vivia, fazia parte do grupo em desvantagem e por isso na guerra acabaram ficando à mercê dos inimigos e viraram prisioneiros.

Em meio a essa guerra um homem levou a noticia para Abrão de tudo que havia acontecido. Ele então reuniu seus homens (ao todo 318 homens treinados para a guerra) e partiu para derrotar os inimigos e resgatar seu sobrinho. Abrão dividiu seus homens em dois grupos, atacou os inimigos de noite e os derrotou. Então ele trouxe de volta tudo o que os inimigos haviam levado e trouxe também seu sobrinho Ló e a família dele.
Quando Abrão retornou pra casa o rei de Sodoma foi encontrar-se com ele. Veio também o rei de Salém, Melquisedeque, que também era sacerdote (líder religioso) de Deus. Melquisedeque trouxe pão e vinho e abençoou Abrão dizendo:

“Abrão seja abençoado pelo Deus Altíssimo, que criou o céu e a terra! Seja louvado o Deus Altíssimo, que entregou seus inimigos em suas mãos”.

Abrão então deu a décima parte (o dízimo) para Melquisedeque de tudo que tinha trazido de volta. Nasce assim o compromisso de ajudar a obra de Deus no sentido de financiar os custos da casa do Senhor.

Mais pra frente, no mesmo livro de Gênesis (28:20-22), Jacó (neto de Abrão e filho de Isaque) faz uma promessa para Deus e cumpre também o que seu avô lhe deixou como legado.

Jacó fez a seguinte promessa quando pensava em retornar para a cidade de seu pai: "Se o Senhor for comigo e me guardar nessa viagem, então saberei que tu és Deus, e será meu Deus. Esta pedra que pus como pilar será sua casa ó Deus (o templo) e eu te entregarei a décima parte de tudo quanto me deres (10 %, o dízimo)".

As construções de templos (igrejas) para cultos de adoração à Deus tinham custos e o dízimo serviria para manter esses lugares, suas despesas financeiras.

ð  Através  da  atitude  de  Abrão  e  da promessa de Jacó Deus  abençoou  o  dízimo  e  abençoa  até  os  dias de hoje! Portanto não é perda de tempo ajudar a obra de Deus, mesmo com  tantas  divergências  de  opiniões e fatos.

O dízimo  tem  a  sua  importância, esse  dinheiro é  para obra, é de Deus! É do Senhor.

Se  alguém  desvia  esse  dinheiro  para  outros fins que não seja a obra (como acontece muito por aí), Deus  saberá, não  se  agradará  e com  certeza irá julgar, pois só ele pode julgar as pessoas!

Faça  a  sua  parte  e deixe  que  Deus  cuide  do resto, ele vê tudo. Seja  fiel, pois  o trabalho de  seu  sustento  foi dado pelo Senhor.

Roubará  o homem a Deus? Todavia  vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas”. (Malaquias 3:8).

Com amor em Cristo, 
Fabi. 

Personagens bíblicos: Rebeca


Rebeca  (Gn 24:1-67)

Rebeca foi escolhida por Deus para ser a esposa de Isaque, filho de Abraão.

Certo dia Abraão pediu para que seu servo fizesse um juramento no qual consistia em encontrar uma esposa para Isaque, dentro da família de seu pai. Então o servo partiu para Mesopotâmia levando consigo camelos e vários presentes.

Chegando a um poço, próximo à cidade o servo parou para beber água e dar de beber aos camelos. Como notou que as mulheres viriam até o poço para retirar água (pois esse era o serviço das mulheres), orou à Deus pedindo uma confirmação de que encontraria a esposa ideal para Isaque, dentro da família de seu patrão, a escolhida por Deus.

A confirmação veio da forma que o servo havia pedido: foi Rebeca quem se aproximou e lhe ofereceu água e aos camelos também. Porém ainda não satisfeito o servo precisava ter outra confirmação. E essa outra confirmação veio quando Rebeca, de bom grado, lhe cedeu abrigo e comida na casa de sua família naquela noite.

O servo então, grato pela confirmação de Deus, ajoelhou-se e adorou ao Senhor em sinal de gratidão. E Rebeca logo percebeu que se tratava de um plano divino.

Mais tarde o servo contou toda sua história à Rebeca e seus familiares e todos concordaram que Deus era quem havia mandado aquele servo.

Rebeca então recebeu presentes e roupas novas que o servo havia trazido e foi com ele de volta a Canaã para ser a esposa de Isaque.

Para sua surpresa assim que chegou avistou Isaque e ele à ela e se encantaram um pelo outro, mesmo antes de saberem que seriam marido e mulher, pois ambos não se conheciam. (Quando Deus está no comando das coisas tudo dá certo).

Isaque então a tomou nos braços e se casou com ela. Ele a amou muito e assim também foi consolado depois da morte de sua mãe, Sara. 

ð  Rebeca foi escolhida por Deus para ser a esposa de Isaque e mesmo longe de tudo e não conhecendo seu noivo, ela aceitou porque sentiu os sinais de Deus em sua vida.

Ela deixou o agir de Deus se cumprir e teve um destino muito abençoado.

Este é um bom exemplo, deixar o agir de Deus em nossas vidas, entender os seus sinais e obedecer suas ordens.


Leia e comente!

Com Amor em Cristo,
Fabi.

Planeje seu futuro em Deus



Todos nós temos planos para o futuro e sempre queremos alcançar o máximo de coisas no menor prazo de tempo possível. Porém esquecemos de um detalhe essencial: consultar à Deus sobre o caminho de nossas vidas.

“Assim como tú não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas.” (Ec 11:5).

Queremos o melhor emprego, a melhor casa, o melhor carro, etc. Queremos ser bem sucedidos em tudo aqui na Terra. Mas esquecemos que sem o agir de Deus em nossas vidas nós nunca verdadeiramente seremos bem sucedidos, por mais riquezas e status que tivermos.

“Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus”. (Lc 12:21).

 Nós erramos também em almejar certas coisas muitas vezes baseando-se no sucesso alheio e nos desapegando da palavra de Deus, de que cada um tem o que tem e é o que é conforme o tempo das coisas. O que o outro tem não é, nem será seu também necessariamente, pois há tempo para tudo nessa vida.

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu”. (Ec 3:1)

 Deus tem um plano diferente para cada um de nós, contudo, mesmo de diferentes formas o Senhor quer nos dar uma vida abundante, ele quer nos dar o melhor!

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe”. (Ap 2:17).

“Aquele que vencer herdará estas coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho”. (Ap 21:7).

Para que isso se concretize em nossas vidas de uma maneira que não cause frustrações é preciso tomar a iniciativa de em primeiro lugar não reclamar das coisas, em segundo lugar aceitar que tudo tem seu tempo e terceiro lugar e mais importante, saber que Deus tem um plano para nós e confiar nesse plano, buscando sempre sua presença.

“E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele”. (I Jo 4:16).

Nem tudo o que queremos acontece, comece aceitando isso!

Eu mesma tinha mil planos para minha vida, mas infelizmente nenhum desses planos tinham Deus como foco principal. Eu queria isso e aquilo, viajar pra lá e pra cá, fazer tudo por conta própria e tal... E até fiz algumas dessas coisas, mas acabava dando tudo errado de uma certa forma e o vazio em meu coração só aumentava.

Mas Deus, na sua infinita misericórdia (porque ele é demais mesmo), me acolheu, abriu meus olhos e me fez entender que ele me criou com um propósito, para me amar, cuidar de mim e me fazer feliz, mas tudo dentro de seus planos e tempo.

Não te digo pra desistir de seus sonhos e planos. É bom correr atrás daquilo que ser quer, planejar, lutar, trabalhar... Contudo,  não esqueça de consultar à Deus em tudo, colocando-o no centro de sua vida.

E mesmo se nada saiu do seu jeito, não desanime...não desiste e vai buscando à Deus em oração e ele vai te guiando até você acertar!! Aquele ditado que diz que Deus fecha uma porta e abre uma janela não é verdade. Pois Deus não abre uma janelinha não, ele abre UMA PORTA ENORME ou outras MIL portas; ele é Deus criador do céu e terra...dono do ouro e da prata...ele te dará o MELHOR!

Na hora certa ele irá preparar algo até bem melhor do que imaginava. Se ainda não aconteceu é porque você não está pronto pra receber. É Deus quem nos capacita. Ele não te envia a uma batalha sem te preparar antes, pode ter certeza!



Com amor em Cristo,
Fabi.

Embasamento Bíblico - Diante da Cruz

 Achando o embasamento da canção na bíblia...

Diante da cruz (At the Cross)
Cantora: Aline Barros – Composição: Reuben Morgan / Darlene Zachech
Versão: Aline Barros.

Ó Deus me sondas, conheces-me (Sl 139:23)
Mesmo quando falho, eu sei me amas (II Cor 12:9,10)
Estás presente, a me cercar (Sl 119:133)
Em todo tempo, eu sei me amas, Eu sei, me amas (Dn 10:19)
Prostro-me diante da cruz (Mt 16:24)
Vejo o sangue de Jesus (Hb 10:19, 13:12, I Jo 5:6)
Nunca houve amor assim (II Ts 2:16, Sl 91:14, Jo 3:16)
Sobre a morte já venceu
(II Tim 1:10)
Sua glória o céu encheu (Mc 14:62)
Nada irá me separar (Rm 8: 38-39)
Tu és meu guia, meu protetor
Tua mão me firma (Sl 23:3:4)
Eu sei me amas, Eu sei me amas (Dn 10:19)
O véu rasgou, o caminho abriu,Tudo consumado está (Jo 19:30)
O véu rasgou, o caminho abriu,Tudo consumado está...
E quando tudo se acabar, estarei seguro (Sl 98:1, Tt 1:2, Jo 5:11-13)
Pois sei me amas, Pois sei me amas (Dn 10:19)





= > Esses foram os que achei ...maravilha : D
Quem quiser tentar busque mais e comente !

Com Amor em Cristo, 

Fabi.

Os 10 mandamentos


Disse Jesus : “Quem aceita e obedece meus mandamentos prova que me ama. E quem me ama será amado pelo meu Pai e eu também o amarei e mostrarei quem sou” (Jo 14:21).
Os dez mandamentos foram dados por Deus à Moisés como forma de pacto que fez com seu povo depois de ter tirado todos do Egito. São princípios básicos para seguir uma vida correta, justa e digna perante o Senhor. Serviu a todos naquela época como uma resposta de como viver em obediência e abundância e o que esperar da vida nova que os esperavam.
Serve para todos nós nos dias de hoje também, da mesma forma e com os mesmos princípios. São mandamentos simples e muito importantes para viver em obediência, santidade e ter uma vida digna perante Deus.
Muita gente já ouviu falar dos dez mandamentos, mas pouca gente os conhece e menos ainda os cumpre.
Mandamento nº 1: Amar à Deus sobre todas as coisas:
O princípio é amar somente à Deus, reconhecer que somente ele é Deus criador do céu, terra, mar, de todas as coisas e criaturas. E não há outro. De onde ele veio? Quem ele é exatamente? Por que ele fez a vida em geral? Sinceramente eu não sei responder essas perguntas. Não cabe a mim saber disso. Eu creio nesse Deus e creio também que no tempo certo, na hora certa ele dirá o que for preciso. Eu sei que Deus é luz, espírito, é vida, é amor. Ele nos ama e nos criou para que vivamos com ele em abundância e através de Cristo, seu filho nos remiu de todos os pecados e nos dará vida eterna.

Mandamento nº 2: Não tomar seu santo nome em vão:
Não devemos falar de Deus com descuido, sem propósito, por motivos torpes e principalmente não agir de forma maldosa em “nome de Deus”. Há pessoas que roubam em “nome de Deus”, que fazem mal a alguém ou algum sacrifício ou “trabalho” de origem duvidosa em “nome de Deus”. É bom estar atento para não cair nessa armadilha. Deus não exige coisas desse tipo para lhe servir e viver bem. Deus é amor e só quer que amemos uns aos outros e vivamos em paz, com o coração puro e sincero, temente à ele.

Mandamento nº 3: Guardar o Sábado para o santificar:
Naquela época esse mandamento foi dado ao povo com o intuito de tirarem o dia de Sábado para prestarem “cultos” de louvor e adoração à Deus (o senhor descansou no sétimo dia após a criação do mundo e essa era a lógica). Esse mandamento simboliza a importância de tirar um dia para se dedicar a Deus. Hoje em dia não precisa se fazer isso exatamente no Sábado ou qualquer outro dia específico, pois temos uma vida totalmente diferente, tudo evoluiu. Há templos e igrejas que oferecem cultos em todos os dias e horários. Concluindo, falar com Deus, adorá-lo e agradecer é sempre bom; não importa o dia e a hora...qualquer gesto de amor à Deus é valido.

Mandamento nº 4: Honrar pai e mãe:
Honrar, obedecer, respeitar, dar satisfações, se importar, ouvir, aprender, cuidar e amar nossos pais. É isso, bem claro. Mas o que muita gente não sabe é da importância desse mandamento para Deus. O mais velho é sempre mais sábio, mais vivido. Os pais sempre querem o melhor, é digno e correto ouvi-los e honrá-los. Deus destinou nossas vidas nas mãos dessas pessoas, para cuidar de nós, com um propósito. E é sempre bom pensar que hoje você pode ser filho, mas amanhã poderá ser o pai.

Mandamento nº 5: Não matar:
Deus é quem nos deu a vida e somente ele é quem a tira; ninguém tem esse direito. Apesar de sermos livres para fazermos nossas escolhas não cabe a nós decidir dessa maneira o futuro de alguém, controlar se uma pessoa deve ou não viver. Ninguém aqui na Terra é digno dessa atitude e Deus deixou bem claro quando nos deu esse mandamento. Por mais que você ache que alguém mereça morrer por alguma coisa que tenha feito, por pior que seja, ninguém pode, nem deve matar ninguém, jamais.Cabe somente ao Deus criador decidir os caminhos de nossas vidas.

Mandamento nº 6: Não pecar contra a castidade (Não cometer adultério):
O mandamento manda não pecarmos contra o nosso corpo, de forma a cometer algum ato vergonhoso, que não seja digno, que leve à luxúria. E no caso de sermos casados não cometer adultério, não estar com outra pessoa, que não seja seu cônjugue, em ato impuro, da mesma forma. Em outras palavras não trair, não se escandalizar, não cometer algum ato contra si mesmo que venha a te envergonhar ou difamar, principalmente de origem sexual. O Espírito Santo de Deus habita em nós, por isso devemos estar em santidade para que ele sempre faça morada.
Mandamento nº 7: Não roubar (Furtar):
Roubar, furtar, tomar para si algo que não lhe pertence não é aceito. As pessoas não se contentam com o que possuem, o dinheiro fala sempre mais alto, é tudo um círculo vicioso. Uma hora é o simples querer ter, outra hora já é a ganância falando mais alto, depois o vício, a maldade...é difícil. Deus não se agrada com isso, pois cada um tem um destino aqui na Terra predeterminado por ele. Cada um tem uma missão diferente e um tempo para tudo acontecer. Devemos estar ligados em Deus para que possamos viver esse tempo e possuir somente aquilo que nos pertence.

Mandamento nº 8: Não levantar falso testemunho:
Significa não mentir sobre alguém, não caluniar, não torcer fatos sobre algum determinado assunto que possa prejudicar alguém. Aumentar, inventar, esconder um fato e passar isso adiante é levantar falso testemunho. As pessoas são tão acomodadas que sempre dizem que uma vírgula a mais não tem problema; o verdadeiro jeitinho brasileiro. Contudo essa atitude não é aceitável pois pode trazer consequências negativas. Em caso de dúvida ore à Deus e feche bem a boca.

Mandamento nº 9: Não cobiçar a mulher do próximo:
Grandes homens se desonraram perante o Senhor por descumprir esse mandamento. Principalmente em épocas em que havia uma liberdade maior para homens com poder aquisitivo e estatus mais elevados. Isso tudo na verdade é uma grande ilusão! Nos dias de hoje onde há maior banalização do corpo as pessoas acabam acreditando que o certo é aquilo que lhe convém, pensam que enganam à Deus e esquecem que a base do ser humano é a família, que é instituição do Senhor. O homem deve honrar sua própria vida, de modo a honrar também sua família e acima de tudo à Deus. Deve aprender a amar, dar valor, ter  uma vida limpa... e principalmente parar de acreditar em pessoas “perfeitas”, pois o único perfeito morreu na cruz por nós!

Mandamento nº 10: Não cobiçar as coisas alheias:
Está na mesma classificação do 9º mandamento. Cobiçar qualquer coisa, por menor e insignificante que aparenta ser a seus olhos é descumprir esse último mandamento. E a inveja tá ali ao lado batendo na porta... de repente pumba!!! ...”Queria tanto isso, mas não é por mal”...ah não se engane...não existe essa tal de “inveja boa”. Não é sua vida, não te pertence. Cada um de nós temos aquilo que nos cabe ter, segundo nossa vida, nossa fé, nosso tempo e o tempo de Deus. Entenda que cada um tem que passar por alguma coisa, não há explicação no homem. Deus revela no tempo certo. A nossa felicidade está em aceitar o que temos, o que somos e dar graças por isso...o restante nos será acrescentado...no tempo certo, caminhando com Deus em nossas vidas e em nossos corações.


=> Cá entre nós se todos os mandamentos fossem cumpridos por todos diariamente viveríamos num mundo bem melhor, sem violência. Pois apesar de muitas pessoas acharem que eles foram feitos com o intuito de sermos “controlados” por Deus, eles foram feitos para se ter uma boa convivência entre os seres humanos, com ordem, decência e reverência ao Senhor.

“ Amar á Deus é obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são difíceis de obedecer” (I Jo 5:3).

Com amor em Cristo,
Fabi.

Jesus nasceu Deus


A bíblia não relata por completo a infância de Jesus, porém no livro de Lucas (2: 14-52), há o relato de Jesus ainda pequeno no templo.
De repente seus pais (Maria e José) o perderam na multidão e desesperados o procuravam quando ele apareceu e disse: "Por que estavam me procurando? Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai?"
Ele já tinha um relacionamento profundo com Deus.
Jesus nasceu na forma humana para cumprir o propósito de Deus em nossas vidas, mas ele  já nasceu Deus.
Ele nunca pecou, fez diversos milagres na Terra e após uma preparação de 40 dias e 40 noites no deserto, orando à seu Pai, jejuando, passando tentações e sobrevivendo a tudo isso, ele começou sua jornada até ser crucificado. 
Tudo no tempo certo do Senhor, como tinha que acontecer. E mesmo sabendo de sua morte ele se entregou por nós, sofreu demais, foi humilhado mas ressuscitou e vive ao lado direito de Deus para interceder por nós.
Isso não é pra qualquer um! Você morreria por alguém? Você faz milagres e  tem poderes? Não, nem eu. Por isso que ele já nasceu Deus!

Com amor em Cristo,
Fabi.

Dica: Flash Mob - Sonho de Cristo - Aline Barros


Flash Mob  -  Sonho de Cristo (Aline Barros)


Ótima iniciativa!
Deus merece todas as formas de louvor e adoração!

Com amor em Cristo,
Fabi.



Milagres de Jesus: Ele acalma tempestades


Jesus acalma uma tempestade 
(Mc 4:35-41, Mt 8:23-27, Lc 8:22-25)

            Jesus estava sentado com seus discípulos e vários seguidores na beira de um lago.
Em certo momento ele decidiu ir para o outro lado desse lago, então entrou num barco e chamou seus discípulos. Eles deixaram o povo ali, subiram no barco em que Jesus estava e foram com ele.
De repente começou a soprar um vento muito forte, e as ondas arrebentavam com tanta força que o barco já estava começando a ficar cheio de água.
Jesus estava dormindo na parte traseira do barco. Os discípulos o acordaram e disseram:
“ Mestre, nós vamos morrer. O vento está forte demais. O Senhor não se importa com isso?”
Então ele se levantou, falou com firmeza ao vento e disse ao lago:
“Silêncio! Se acalme, fique quieto!
O vento parou e tudo ficou calmo. Aí ele perguntou aos dicípulos:
“Por que é que vocês são assim tão medrosos? Vocês ainda não tem fé?
E os discípulos cheios de medo e ao mesmo tempo maravilhados com o poder de Jesus diziam entre si: “ Que homem é este que manda até no vento e nas ondas!”

ð  Pois é... esse homem é Jesus Cristo, filho de Deus, nosso Senhor e Salvador.
Ele acalma tempestades de qualquer natureza (física ou espiritual); basta somente confiar no seu poder e não seguir o exemplo dos discípulos que acordaram Jesus desesperado...duvidando e morrendo de medo.

Não duvide do poder de Cristo. Quando a tempestade vier pra te pertubar não tema, peça ao Mestre ajuda, com fé, com carinho. Ele estará sempre pronto pra te socorrer e não importa o tamanho das ondas ou a velocidade do vento!

Com amor em Cristo,
Fabi.

Seja Ana, seja Abraão...


“Deus encheu meu coração de alegria: por causa do que ele fez eu ando de cabeça erguida. Estou rindo dos meus inimigos e me sinto feliz, pois Deus me ajudou’. I Sm 2:1.
            A oração de Ana foi um ato que marcou uma fase de felicidade. Ela pediu a Deus um filho e ele atendeu sua prece, que benção!
            Quando leio esse trecho da bíblia me imagino feliz como ela e transformo essa oração em canção, pois é tão suave. Com isso transporto essa felicidade para uma forma de gratidão eterna por tudo que Deus tem feito por mim.
            Não tenho posses, nem grandes feitos realizados, mas sou tão feliz quando agradeço, assim como Ana. E como sou! Por tudo que vivi e por tudo que passei, os livramentos que Deus me deu, sua proteção, etc. Eu sempre quero essa felicidade...e até mais...
            Essa alegria de mãe, da mãe Ana é que me contagia e me faz pensar que a felicidade de saber que Deus nos ama, cuida de nós, mesmo com tantos defeitos e falhas ele cuida de nós e nos proporciona a maior alegria do mundo...dentre tantas.
            Na bíblia, o primeiro livro de Samuel relata a passagem do período dos juízes para o dos Reis. Conta a história de Samuel (entre outras histórias lindas), um profeta de Deus e filho de Ana. Uma história linda vivida por pessoas abençoadas, vale a pena ver o operar de Deus na vida deles.
            Ana foi fiel e teve sua recompensa. Ela entregou o pequeno Samuel à Deus e teve a felicidade de ter uma bênção alcançada.
            Assim como também Abraão foi capaz de dar a Deus seu único filho, Isaque, em sacrifício vivo (Deus estava pondo à prova o seu servo).
            “...Agora sei que você teme a Deus pois não me negou seu filho, único  filho...Porque você fez isso, abençoarei você ricamente...Por meio de seus descendentes eu abençoarei todas as nações do mundo, pois você fez o que te mandei”. Gn 22:12-18.
            Isaque não precisou ser morto, Deus provou Abraão, que por sua vez mostrou ali sua fidelidade.
Essa é outra passagem que me faz acreditar todos os dias que vale a pena ser fiel a esse Deus maravilhoso! E que devemos estar dispostos a qualquer sacrifício por ele. Deus não quer sacrifício vivo de pessoas e animais não, Deus quer nossa fidelidade, lealdade, temor e obediência. Essa é a melhor forma de exaltarmos o seu nome.
Vamos então, como um exercício diário, refletir nesse tema e tentar achar uma forma de viver no amor de Deus. Como parte desse exercício leia as histórias de Ana e Abraão; se já conhece releia e reflita pois é sempre bom, se ainda não conhece está aí uma ótima oportunidade. O agir de Deus é lindo!

Com amor em Cristo,
Fabi.

Exercício: Pratique o perdão


“Então Pedro, aproximando –se de Jesus , perguntou : Mestre, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim , e eu hei de perdoar? Até sete?  E Jesus lhe respondeu : Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete” . 
(Mt 18:21-22).


Esse é um bom exercício!
Anote em um papel o nome da(s) pessoa(s) que de alguma forma fez(fizeram) algum mal à você. (É bom anotar pra nada fugir da memória, e não é simpatia não...rs).
Tente lembrar de cada situação individualmente e orando a Deus vá lembrando de cada pessoa, citando o nome e a situação vivida (por pior que tenha sido, entregue a Deus, pois só cabe à ele julgar).
“Os bons são recompensados. Realmente existe um Deus que julga o mundo” . (Sl 58:11).
Peça à Deus que dê a você a capacidade de perdoar essa pessoa, peça à Deus pra abençoar a vida dessa pessoa e que ela possa algum dia encontrar o amor de Deus. Mas faça isso de coração aberto, pois assim terá vitória.
Se você esquecer de alguma coisa, vai anotando aos poucos e pedindo à Deus pra te lembrar. Assim você limpa seu coração, de repente ora pra alguém que precisa de oração e com isso cria mais espaço e oportunidade para o Espírito Santo de Deus agir em sua vida!
“Bem  aventurados  os  limpos  de coração, porque  eles  verão  a  Deus”. (Mt 5:8).
É um exercício simples, mas muito eficaz. Através dele você pratica o perdão (que Jesus nos ensinou), pratica o amor ao próximo desejando-lhe uma vida feliz (mandamento do Senhor) e se aproxima mais de Deus (privilégio de todo ser humano  conquistado através da morte do nosso Mestre Jesus Cristo).

ð  Pratique e comente.

Com Amor em Cristo,
Fabi.

A religião não cura.


Tome cuidado com quem prega a religião e esquece de pregar o Evangelho.
O poder de Deus não está na religião. A religião não cura!
Um exemplo disso é aquele homem que ficou 38 anos esperando que fosse curado (João 5:1-18), esperando que os anjos descessem e agitassem as águas, sofreu porque de certa forma havia uma religião, uma doutrina ao redor dele.
Em primeiro lugar não havia ninguém que o levasse até as águas e em segundo lugar os “líderes religiosos” da época achavam que não era lícito ele ser curado a qualquer hora e principalmente aos Sábados (tanto é que reclamaram com Jesus quando ele o curou). Ora, era uma afronta aos ensinamentos e a religião deles!
Foi por isso que ele levou 38 anos pra alcançar a benção. Jesus misericordioso que é, teve compaixão e o curou com uma palavra: levanta-te.
É muito interessante se pensarmos em como pessoas e até nós mesmos podemos perder tempo com coisas que estão além do que Deus quer de nós.
Eu vivi em tempos e templos assim. Perdi muito tempo com religião e deixei de alcançar muitas coisas. A religião prega padrões de comportamento, conduta, modo, sociabilidade, padrões e mais padrões... As pessoas religiosas vivem cegas e convictas de que estão no caminho certo... E ai de quem contrariá-las!! 
Se a “massa” cristã, ou seja, todos aqueles que acreditam em Deus único Senhor e Jesus Cristo nosso salvador, se unisse e deixasse a tal religião de lado, o propósito de Deus se cumpriria mais rápido, de uma maneira correta e muitas almas deixariam a escravidão que sofrem pelo inimigo. Entretanto é rótulo daqui e placa dali. É bom estar num templo de adoração, é lá que aprendemos e criamos base bíblica para nossa vida em Cristo, mas não confunda: a religião não é isso!
O operar de Deus é simples, basta uma palavra. Ele opera na fé. E com sua misericórdia e amor infinitos ele nos dá o verdadeiro sentido de vida, o verdadeiro sentido de seus padrões: obediência, amor e fidelidade à sua palavra e seus mandamentos.
Conheça a fundo esse Deus maravilhoso, ore e peça a orientação dele, sem dar ouvidos aos que pregam religião. Ele vai te indicar um caminho, um tempo, com ordem e decência, com uma hierarquia, talvez, claro, mas tudo com o consentimento dele! Não esqueça!
Leia Dt 28.1-14.

Com amor em Cristo,
Fabi.

Dica: Clipe "Envolve-me" - Bruna Olly


Clipe da Bruna Olly : Envolve-me


= > Linda canção...medite na letra!

Com Amor em Cristo,
Fabi.



Personagens bíblicos: Zaqueu


Zaqueu  (Lc 19:1-10)

Zaqueu viveu em Jericó, era um homem muito rico pois era chefe dos cobradores de impostos da cidade.(Os cobradores de impostos eram vistos como ladrões pelo povo, pois cobravam impostos altíssimos e abusivos e não tinham piedade de quem não podia pagar, o que gerava violência e mais abusos).
 Ele teve a honra de ver Jesus Cristo de pertinho e melhor que isso, hospedou o Senhor em sua casa!
Sua história começou quando Jesus e seus discípulos entraram na cidade de Jericó. Zaqueu já tinha ouvido falar de Jesus e de todos os seus feitos, mas ainda não o conhecia pessoalmente. Então viu naquele dia uma boa oportunidade.
Contudo, Zaqueu era muito baixo e no meio da multidão que se algomerava envolta de Jesus era impossível ver o rosto do mestre. Foi aí que Zaqueu teve a idéia de subir numa figueira e ali mais no alto conseguiu ver o Senhor.
Mas o que Zaqueu nem imaginava aconteceu. Jesus chegou bem perto da figueira e falou com ele:  “Zaqueu desça depressa pois hoje preciso ficar na sua casa”. (Jesus viajava muito pregando o evangelho, curando, salvando, libertando as pessoas e falando do amor de Deus e por isso não tinha residência fixa).
Zaqueu desceu depressinha e recebeu o Senhor em sua casa com muita alegria.
Porém o povo da cidade começou a resmungar pra Jesus dizendo que ele havia se hospedado na casa de um pecador.
Diante disso Zaqueu se levantou e disse ao Senhor:
“Escute Senhor, darei a metade dos meus bens aos pobres. E se roubei alguém, devolverei quatro vezes mais”
Então Jesus disse:
“Hoje a salvação entrou nesta casa, pois este homem também é descendente de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar quem está perdido!

ð  Zaqueu teve atitude, correu atrás de conhecer Jesus e mesmo com dificuldade subiu numa árvore e ali foi  escolhido a dedo por Jesus .

O Senhor não olhou  o  seu  estado, olhou  seu coração. Mesmo com  tantos  pecados  Zaqueu  recebeu  Jesus  em  sua casa com muita  alegria. Depois  se  arrependeu  e foi abençoado pelo Senhor.

Vamos fazer como Zaqueu, correr atrás de conhecer a Cristo e abrir o coração  e nossa casa para o Mestre entrar!

Leia e comente.

Com Amor em Cristo,

Fabi.

Buscar

 

O Blog

Este Blog tem como objetivo principal engrandecer o nome de Jesus e compartilhar a Sua palavra. É de origem amadora, feito único e exclusivamente para dividir experiências, idéias, dar sugestões e alegrar seu dia. Absorva aquilo que te faz bem! "Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine”. I Cor 6:12.
Acesso Davi Copyright © 2011 | Tema diseñado por: compartidisimo | Con la tecnología de: Blogger